acordei e sonhei.

 –

‘if you can dream it, you can do it’ – w. disney

          Esses dias cheguei a conclusão de que queria ser contadora de histórias. Quem me conhece sabe que sou atrapalhada com as palavras (e com a vida), o que torna esse sonho bem mais difícil. Queria isso porque, para mim, talvez a razão da existência humana seja essa afinal, ter histórias para contar. Não digo para fazer os outros darem risada ou pensarem no quanto legal você é, mas pelo simples fato de saber exatamente o que você sentiu, presenciou, viveu. Escrever belas histórias no livro da vida.

           Quando você é pequeno, normalmente você ouve as histórias que as pessoas te contam. Fadas encantadas, heróis com super poderes, princesas que vivem em torres de castelo. Quando você cresce (…), você passa a querer contar essas histórias, que agora normalmente são sobre o mundo real. O grande problema se dá quando você não quer crescer, mas quer ser contadoras dessas histórias..  (sejam reais ou fantasiosas)

           Não me lembro exatamente com quantos anos eu decidi que não queria crescer, típico sentimento Peter-Pan. Não consigo dizer como isso funcionou e se funcionou, mas podemos concluir que meu mundo é um pouco diferente do lá de fora. Acabei crescendo (obviamente, os meus 1,67 comprovam isso..), mas prometi que não deixaria a minha infância para trás. As consequências acabam sendo boas e ruins, admito, mas não troco esse sentimento por nada.

           Só que o problema de viver nesse mundo entre a fantasia e o real, é que sempre quero ser a protagonista dessa minha história, ou melhor, personagem que não sente medo, luta até conseguir e que no final  dá sempre certo. “E eles viveram felizes para sempre”.  Todo mundo sabe que as coisas não funcionam bem assim (infelizmente), mas enquanto olhava para esse arquivo em branco da onde não saia nenhuma história, percebi a minha maneira de enfrentar o mundo real.

          Nessa história não sou protagonista, sou apenas mais uma coadjuvante e também espectadora. Essa história é linda, que tem como projeto a união entre jovens líderes que querem mudar o mundo e crianças necessitadas, carentes de certos valores que estão escassos na sociedade atual. (Esses mesmos valores que nós não presenciamos, entendemos, usamos..). Essa história se chama ONG Sonhar Acordado.

           Ela aconteceria dia 8 de dezembro, ou seja, a grande Festa de Natal da ONG. Esse dia seria resultado de uma equipe que trabalhou durante todo o ano para realizar a primeira festa de Natal independente. Equipe, na qual, eu tenho orgulho de fazer parte e que a cada dia vem crescendo, melhorando e se unindo porque realmente acredita nesse projeto. E acredita sim que pode realizar o sonho de 200 crianças,  e melhor: fazendo tudo isso acordado.

           Dois dias antes do grande dia aparece uma infecção de garganta, provavelmente resultado do final de semestre e semana da provas (aiiiii, mundo real). A solução rápida foi antibióticos, pastilhas e afins, mas todos nós sabemos que o remédio era outro… Era superar as expectativas. Realizar esses sonhos. Voltar  e ser como essas crianças, ouvindo histórias boas para nunca perder a esperança desse grande e pesado mundo real. Me faltam palavras (literalmente) daquele dia.  Perdi minha voz (que ainda não voltou.. ), mas eu precisava contar essa história.

          Porque ela tem mais amor que os romances, mais ação que os livros de aventura, mais fantasia que os livros infantis. Ela supera tudo isso, porque ela é real, feita de pessoas de carne e osso, feito de sonhos alcançáveis. Ela é real, porque ela é verdadeira, porque acreditam nela e querem fazer parte dela. Ela é real porque eu, você e o mundo, podemos escrever ela, juntos.

Agora eu sei porque aquele domingo foi o melhor dia da minha vida, de longe.

O mundo real pode sim superar o da fantasia e virar uma bela história para o livro da vida.
Hoje posso dizer: sonhos se realizam (até mesmo acordados..)

Imagem

ImagemImagemImagem]ImagemImagem

Imagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s