Eu acredito em anjos.

Eu acredito em anjos.

Não que eles precisassem da minha humilde crença e posição para existir. E não é também que eu já os tenha visto antes e estaria aqui para contar toda a experiência. Só que ainda assim eu sei que eles existem.

Imagino que eles devem ser um pouquinho diferentes do nosso querido Anjinho da Turma da Mônica ou de todas as pinturas, quadros e obras maravilhosas espalhados pelas igrejas por aí. Me pergunto se quem desenhou algum dia teve a alegria e o espanto de os ver para me contar como eles são.

Quem sabe um dia, por generosidade ou misericórdia, eu consiga lá do céu bater um papo com um deles. Ou até, em um desses milagres diários, presenciar o poder e o amor deles aqui nesse mundo. Eu não sei se é possível, mas ainda assim eu acredito.

Só que foi em uma dessas reflexões sobre anjos e céu e vida e morte, que eu entendi que por não conseguirmos ver tão facilmente assim os milhões de anjos que nos rodeiam, Deus nos dava algumas pessoas que agem, vivem, protegem e fazem o papel de anjos-humanos aqui na Terra. Não é como se essas pessoas especiais tivessem asas ou até poderes sobrenaturais e não-humanos, mas ainda assim elas tem de habilidade uma ligação direta-indireta com o bom Deus lá no céu (mesmo muito delas não sabendo disso).

Uma dessas pessoas que eu tenho o prazer e alegria de conviver é a minha querida avó Cândida. Eu sei que eu disse que essas pessoas não tem poderes sobrenaturais, mas eu te juro que se você olhar bem no fundo dos olhos azuis dela, você quase consegue enxergar o céu. Ela é uma das pessoas mais bonitas que eu conheço, melhor do que todas as modelos por ai, e ela já tem 92 anos. Só que ainda assim é uma beleza quase que insignificante perto do encanto de sua alma.

WhatsApp Image 2017-07-25 at 21.04.19 (1)

Eu nunca a vi reclamar de nada, te juro. Eu nunca cheguei na casa dela e ela não me disse que eu estava bonita (mesmo não estando). Ela demora uns segundos para saber quem eu sou, mas ainda assim ela solta o sorriso mais leve e gostoso e sincero quando eu chego. Eu não sei exatamente o que ela lembra e se lembra, mas ela usa diariamente um cobertor do Mickey, que já está velho e surrado, porque fui eu que dei. E ela me olha com um brilho nos olhos como se eu fosse a melhor pessoa desse mundo, mesmo estando longe disso (só que felizmente perto dela).

Não são muitas pessoas que têm a honra de viver até os 90 anos, eu sei bem disso. Só que sei também que esse número diminui quando falamos não apenas de ser humanos que viveram quase um século, mas sim de pessoas que tocaram almas e amaram intensamente e profundamente durante toda a sua finita existência. Ela ama de uma maneira quase que inexplicável, como se o amor simplesmente não desbotasse, não quebrasse ou acabasse com o tempo. Ela apenas ama e ama de novo e continua vivendo e amando, vivendo e amando.

WhatsApp Image 2017-07-25 at 21.04.19

Esses dias, em uma das nossas conversas bobas e descontraídas, ela disse que a vida é curta. Curta, Vó? Mas a senhora tem 92 anos! E ela caiu na gargalhada e continuo dizendo que a vida era curta sim. Disse também que era muito nova para ir para um asilo e continuou rindo e rindo como se a vida fosse infinita. Depois disse eu percebi que não vai ser cadeira de roda, cansaço, ossos fracos ou péssima memória que a impediriam de ser assim, do jeitinho que é, com a expressão rabugenta-e-alegre-de-vovó-alemã.

WhatsApp Image 2017-07-25 at 21.04.18

Eu sei que os nossos dias aqui no mundo estão contados. O meu, o seu, o da vó Candida. O maior medo que tenho, confesso, é as despedidas acontecerem e eu não ter dito sobre os mais sinceros e bonitos sentimentos  –  ainda mais sobre ela. Só que, ao mesmo tempo, por mais que as partidas sejam inevitáveis, as minhas palavras não são suficiente para explicar e expressar o tanto que ela significa.

Ela é muito mais que minhas poucas habilidades artísticas de aspirante à escritora são capazes de dizer. Ela é tanto que nem cabe aqui (e eu quase desisto de compartilhar esse texto porque ele é exatamente nada perto do quanto ela é tudo). Só que ela é tão abundante, tão magnífica, tão incrível, que me fez questionar e duvidar se ela não tem poderes sobrenaturais, especiais ou alguma coisa do tipo. E, assim, só me resta afirmar:

Eu acredito em anjos (até porque eu conheci um).

WhatsApp Image 2017-07-25 at 21.04.20

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s